Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 29/08/2012

10 coisas para o Serra fazer na aposentadoria

No dia 7 de outubro próximo terá fim a carreira de um dos melhores exemplos para ilustrar os conceitos do oportunismo, do carreirismo e do maucaratismo na política brasileira.

Tudo indica que José Serra será derrotado nas urnas no dia 7 de outubro ou, no mais tardar, no segundo turno da eleição à prefeitura de São Paulo (SP), a ser realizado no dia 28 de outubro.

Nesta quarta-feira (29) foi divulgada pesquisa do Datafolha que indica a inviabilidade eleitoral de Serra na disputa da capital paulista. Com rejeição gigantesca de 43% e ascendente e apoio de apenas 22% dos eleitores, índice cada vez menor, tem ficado evidente também o abandono da sua candidatura até mesmo pelo próprio partido. Celso Russomano (31%) lidera a disputa e o petista Fernando Haddad (14%), até há pouco desacreditado por todos, já aparece no retrovisor do tucano.

Com a derrota iminente, aproxima-se e o outono político daquele que se acha(va) “o mais preparado” dos brasileiros para ser presidente.

Ao longo da sua longa trajetória, Serra acumulou inimigos e adversários políticos dentro e fora do seu partido e do seu campo ideológico. Ele poderia tranquilamente entrar para o Guinness Book como o político com a maior quantidade e diversidade de desafetos políticos da história.

A partir de novembro, Serra, 70 anos, deve levá-lo a se ocupar como alguma coisa diferente de disputar eleições.

Seguem então 10 sugestões de coisas para o Serra fazer na aposentadoria.

1. Ir para a Itália morar com Diogo Mainardi e regressar às suas origens.

2. Ir para Washington trabalhar na CIA como “analista” internacional, ainda que possa não durar muito no cargo.

3. Virar comentador político no Twitter em tempo integral.

4. Juntar-se a Merval Pereira na Academia Brasileira de Letras.

5. Assumir a direção editorial da Folha de São Paulo, deixando Otavinho inteiramente disponível para o “livre pensar”.

6. Apresentar o programa “Trololó da Madrugada” na Band, com direção do Boris CCCasoy.

7. Abrir uma consultoria com Paulo Preto de “apoio técnico a empresas interessadas em competir em licitações públicas no mercado da construção civil”.

8. Formar uma dupla sertaneja com Reinaldo Azevedo.

9. Lutar pela emancipação da República Autônoma Quatrocentona dos Jardins e Higienópolis.

10. Se nada der certo, fazer um implante capilar e pedir asilo político (junto com a Soninha) ao Uruguai, a nova terra da liberdade.

Montagem do Sensacionalista


Responses

  1. bacana…bastante criativo.
    Que tal se mudar para o Maranhão, e virar bumbameuboi.
    Ou mesmo pra Salvador vender fitinhas do senhor do bom fim ( bom fim ???)

    • aqui pro maranhão não. já temos porcaria suficiente.

  2. Que tal colocá-lo para dirigir dança da LAPINHA?

  3. Ele poderia virar fiscal da natureza e ficar checando se as árvores de Higienópolis estam crescendo a contento…ou então poderia se candidatar a síndico e aproveitar toda sua liderança e competência “disperdiçadas”!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: