Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 29/08/2014

Campanha de Marina diz que Feliciano na CDHM foi uma “concessão do PT”

No dia em que muita gente – por má fé ou por equívoco – atacou Marina Silva por supostamente “explorar” politicamente a morte de Eduardo Campos, suposição da qual seriam “provas” as fotos onde ela aparece sorrindo, a defendi e até disse que era desonestidade afirmar que ela estava contente com a tragédia.

Recebi muitas críticas por defendê-la, mas não recuei um milímetro.

Agora, me deparo com uma desonestidade abjeta que a campanha da candidata do PSB está divulgando na internet. Num site (http://marinadeverdade.strikingly.com) feito divulgar “a verdade” sobre as posições de Marina Silva em relação a questões polêmicas, está dito que a nomeação do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) para presidir a Comissão de Direitos Humanos da Câmara foi “uma concessão do PT”.

Marina sobre Feliciano: a culpa é do PT

Marina sobre Feliciano: a culpa é do PT

Sim. Os marineiros tiveram coragem de dizer que a indicação do PSC – que possuía em 2013 uma bancada de 16 deputados – para presidir a comissão que o partido escolheu foi uma “concessão” do PT.

Ou seja, para a turma de Marina Silva, o fato de um racista e homofóbico notório ter sido escolhido pelo seu partido para presidir uma comissão no Congresso Nacional era responsabilidade do PT!

Entre 1995 (quando o petista Nilmário Miranda propôs a criação da CDH) e 2012, o PT havia presidido a comissão em DOZE dos quinze anos da existência do órgão.

Mas quando a bancada petista resolveu presidir comissões que estavam completamente dominadas pela direita – Relações Exteriores e Seguridade Social (que debate projetos da Saúde) – e que não eram presididas pelo PT há vários anos (Seguridade Social, desde 2003!!!), a culpa do PSC indicar Marco Feliciano foi (segundo os marineiros) do PT…

As tentativas de reescrever a história por iniciativa de governos autoritários já foram devidamente repudiadas pela literatura, pela história e pelo debate político. E quando isso ocorre com uma postulante à presidência da República?

É Marina... assim fica difícil te defender...

É Marina… assim fica difícil te defender…

PS: No site sobre as polêmicas há várias outras “posições” curiosas de Marina Silva. Sobre o aborto, ela se resume a reafirmar a legislação existente (que é repressora às mulheres) e reconhecer “que existem argumentos relevantes dos dois lados da discussão e respeito as pessoas que têm posições diferentes da minha”, embora ela não diga qual é a sua posição.

Além disso, em relação a luta pela reforma agrária, Marina diz que é legítima, “mas a forma de lutar por ela não pode extrapolar o Estado Democrático de Direito”, numa clara crítica às ocupações de terra.

No caso da descriminalização da maconha, Marina diz apenas que um plebiscito é “o primeiro passo para avançar no debate”, ou seja, novamente não afirma nenhuma posição.


Responses

  1. Cara, na boa,
    Não é porque Má-rina é uma crentelha 171 de olho nos votos da manada de 40 milhões de evanjegues que ela não presta; nem porque é casada com um dos bambambans da Natura e seja a garota-propaganda-da-terceira-idade-defensora das minhocas e bagres do alto Solimões patrocinada por esta mesma empresa; nem porque ela é uma das blablás do Grupo de Roma em terras tupiniquins (aquele grupinho formado pelo sionista Rockfeller e outros vagabundos que criaram a mentira catastrofista da ecologia de capa de almanaque Sadol para tentar impedir a industrialização dos países pobres mas riquíssimos em recursos naturais); nem porque é um dos arautos do sionismo internacional, amicíssima da família Setúbal, que figura na lista do clube dos 30, também ultra, mega sionista. Ela não presta porque é uma mercenária, vira-casacas, oportunista e metida a intelectual. Incompetente até os ossos porque pulou mais de partido em partido do que os micos lá na floresta pulam de um galho para outro e é tão, mas tão incompetente, que não foi capaz de em tempo hábil emplacar seu próprio partido, partindo para esta simbiose fúngica com o PSB que acabou na morte do corpo hospedeiro e dando seiva para o fungo crescer e virar num monstro midiático alavancado pelo PIG. Esta campanha, desde a época do defunto-alavanca, está mais suja do que o último pau do galinheiro. Quero ver se o TSE vai ter peito, para não dizer bolas, e contrariar a opinião dos reaças de plantão e impugnar esta campanha que esconde a lavanderia de dinheiro na qual se transformou. Isto, em bom Português, chama-se canalhada. E, pior, já vimos acontecer em 1989 quando os coxinhas caviar – num dos momentos de delírio esquizofrênico que volta e meia assola o país – elegeram a tranqueira do sr. Collor de Mello, o lixo do lixo da política, mas que era um mauricinho e vinha com o mesmo discursinho boquirroto de moralidade, beatitudes, etc, etc, etc. Sinceramente, acho que o Brasileiro tem que deixar de querer ser um gentleman europeu – coisa que jamais será – e assumir logo seu lado Zé Carioca e usar essa esperteza a seu favor. E esperteza, hoje, significa manter Dilma à frente do governo para haver a continuidade do processo de desenvolvimento porque qualquer um dos dois, Aébrio e Má-rina, já tem os cheques em branco assinados para com o FMI e os leilões do pré-sal e das últimas empresas estatais com data marcada. Aí, depois, vão chorar na fila do desemprego porque nem seguro social esses dois neoliberais vão deixar de prêmio de consolação.

  2. bando de babaca inpoquita sem DEUS na respeito e bom e comverva os dente lava a boca com sabão pra fala da marina


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: