Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 18/05/2013

Goles de Cortázar (1)

Inauguro hoje uma categoria nova aqui nessa biroska virtual. Trechos de autores que valem a pena ser “bebidos”, iniciando pelo argentino Julio Cortázar.

Aceito sugestões.

A VOLTA AO DIA EM 80 MUNDOS

Julio Cortázar

DO SENTIMENTO DE NÃO ESTAR TOTALMENTE

Jamais réel et toujours vrai
(Num desenho de Antonin Artaud)

Serei sempre crianças para muitas coisas, mas dessas crianças que trazem em si o adulto desde o princípio, de maneira que quando o monstrinho vira realmente adulto acontece que este por sua vez traz em si a criança, e nel mezzo del camin se dá uma coexistência poucas vezes pacíficas de ao menos duas aberturas para o mundo.

Isto pode ser entendido metaforicamente, mas de qualquer modo indica um temperamento que não renunciou à visão pueril como preço da visão adulta, e essa justaposição que caracteriza o poeta e talvez o criminoso e também o cronópio e o humorista (questão de dosagens diferentes, de acentuação paroxítona ou proparoxítona, de escolhas: agora eu jogo, agora eu mato) se manifesta no sentimento de não estar totalmente em qualquer das estruturas, das teias que a vida constrói e onde somos ao mesmo tempo aranha e mosca.

Muito do que escrevi se classifica sob o signo da excentricidade, porque nunca admiti uma clara diferença entre viver e escrever; se ao viver consigo disfarçar uma participação parcial nas minhas circunstâncias, não posso porém negá-la no que escrevo porque escrevo precisamente por não estar ou por só estar pela metade. Escrevo por incapacidade, por deslocação; e como escrevo num interstício, estou sempre propondo que outros procurem os seus e por eles olhem o jardim onde as árvores têm frutos que são, naturalmente, pedras preciosas. O monstrinho continua firme.

(…)

Julio Cortázar - A volta ao dia em 80 mundos

Julio Cortázar – A volta ao dia em 80 mundos

MAIS SOBRE GATOS E FILÓSOFOS

Que sorte excepcional, ser um sul-americano e especialmente um argentino que não se sente obrigado a escrever a sério, a ser sério, a sentar-se em frente à máquina com os sapatos engraxados e uma sepulcral noção da gravidade-do-instante. Uma das frases que mais amei premonitoriamente na infância foi a de um colega: “Que engraçado, todo mundo está chorando!” Nada mais cômico que a seriedade entendida como valor prévio a toda literatura importante (outra noção infinitamente cômica quando pressuposta), a seriedade de quem escreve como quem vai a um velório por obrigação ou dá uma bronca num padre.

(…)


Responses

  1. Adorei esse Gole na obra de Julio Córtaza. Há também outro texto dele:DESPUÉS HAY QUE LLEGAR, que também dialoga com o esse estranhamento com a realidade. Este texto me foi apresentado por Rolando Lazarte. http://www.virusplanetario.net/julio-cortazar-e-a-realidade/
    Segue um trecho:
    DESPUÉS HAY QUE LLEGAR-Julio Cortázar

    Se puede partir de cualquier cosa, una caja de fósforos, un golpe de viento en el tejado, el estudio número 3 de Scriabin, un grito allá abajo en la calle, esa foto del Newsweek, el cuento del gato con botas, el riesgo está en eso, en que se puede partir de cualquier cosa pero después hay que llegar, no se sabe bien a qué pero llegar, llegar no se sabe bien a qué,(…)r
    No hay discurso del método, hermano, todos los mapas mienten salvo el del corazón, pero donde está el norte en este corazón vuelto a los rumbos de la vida, dónde el oeste, dónde el sur.
    http://www.lainsignia.org/2001/diciembre/cul_025.html
    Há braços, Célia

  2. Obrigada!🙂

  3. Muito lindo!
    Conheci Cortázar há pouquíssimo tempo. Entrei para um projeto de pesquisa na universidade que tem como objetivo fazer oficinas em escolas públicas sobre o “Livro Objeto ou o Livro do Artista” (aqui deixo minha sugestão para que vc procure conhecê-los, se já não os conhece). O professor responsável pelo projeto pediu que este ano façamos as oficinas com os texto contidos no Manual de Instruções do livro de Cortázar “Histórias de cronópios e de famas”. Também deixo como sugestão a leitura do trecho: Instruções para subir uma escada. É fascinante!
    Beijos!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: