Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 28/09/2012

Intocáveis, um filme imperdível

Não confunda com o policial “Os intocáveis” de Brian de Palma, também uma obra magistral.

“Intocáveis” é um filme francês – o mais visto na história do país dos irmãos Lumière – que aborda, de forma cômica e sutil, o preconceito, a diversidade e outros aspectos das relações humanas.

Repleto de personagens marcantes, ainda que de curto protagonismo, diálogos inteligentes, criativos e originais, o filme é cativante tanto pelo que mostra quanto pelo que deixa velado, escondido nas entrelinhas da poesia da vida, “substância” muito presente na película dirigida por  Eric Toledano e Olivier Nakache.

A atuação dos dois protagonistas principais, aliás, vale menção à parte. Em certos momentos, é de se perguntar se eles são mesmo atores ou os próprios indivíduos que inspiraram o filme.

Várias feridas sociais são cutucadas, sempre com leveza e delicadeza, o que não quer dizer superficialidade. O racismo, a hipocrisia e a falsa compaixão por pessoas com deficiência, as diferenças de classe social, a marginalidade que se aproveita da pobreza, entre outras.

Você vai rir bastante e o riso também permeará a emoção que brotará das cenas.

E é revigorante saber que foi baseado numa história real, só para lembrarmos que a realidade é muito mais “rica, misteriosa, prodigiosa e louca do que se supõe”, como já disse Eduardo Galeano.

Assista ao trailler abaixo e não deixe de ver!

Intocáveis – trailler legendado

Quando as diferenças aproximam

PS: A França será representada por este filme no Oscar 2013. Não sou crítico de cinema para fazer previsões e nem me importo com o Oscar, mas seria muito bom se “Intocáveis” ganhasse os principais prêmios e, assim, fosse visto por gente que normalmente se restringe ao cinema mainstream.


Responses

  1. Roger, também gostei muito do filme, me foi indicado primeiro por Guedão. Confesso que tenho evitado os dramas, mas este foi leve e adorável! Beijos

  2. […] Cine Praia Grande. Mas lembro que desde já fiquei com vontade de vê-lo, o que só aumentou com este texto do Rogério sobre. Sessões 16h, 18h e 20h. […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: