Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 07/09/2012

Para quem acha que direitos humanos é defesa de bandido (1)

Começo hoje uma nova “seção” no blog.

Como o nome do título diz, será destinada especialmente àquelas pessoas – infelizmente, muitas, muitíssimas – que acreditam na tese reacionária “direitos humanos só serve para defender bandidos”.

Esse tipo de pensamento me deixa indignado, tanto quanto os atos que, cotidianamente, o desmentem, mas os seus defensores fingem não enxergar.

O objetivo é mostrar, sobretudo, o comportamento inaceitável das polícias no Brasil, que matam mais do que qualquer outra no mundo.

As execuções ilegais – de inocentes ou criminosos – são costumeiras, acontecem quase diariamente, e mesmo assim há quem condene de antemão as organizações e pessoas que pregam apenas o respeito à Constituição, que veda a pena de morte em cláusula pétrea.

Por conta desse comportamento quase patológico das polícias, milhares de pessoas perdem a vida a cada ano.

As pessoas que defendem a pena de morte e, via de regra, as execuções cometidas pelas polícias precisam saber que o sangue das vítimas destas execuções está nas suas mãos também.

Sim, você que não vê problema nas ações homicidas das polícias, também é responsável pelas mortes causadas nestas ações.

Abaixo o caso para inaugurar a seção, a partir de reportagens da Record News e da Agência Estado, que relatam um caso com todas as características de execução.

Alex Sandro, professor de jiu-jitsu, foi a vítima da vez. Mas poderia ter sido você, ou o seu irmão, ou o seu filho. Bastaria ter sido considerado “suspeito” por um policial despreparado para respeitar as pessoas, mas muito bem preparado para matar.

====

Alex Sandro do Nascimento: mais uma vítima das polícias brasileiras

7/9/2012 08h06

Policiais acusados de assassinar professor de artes marciais são afastados

Link para o vídeo (NÃO DEIXE DE ASSISTIR):

http://r7.com/faJH

http://www.estadao.com.br/noticias/geral,policiais-matam-professor-de-jui-jitsu-em-sao-paulo,927303,0.htm

07 de setembro de 2012 | 10h 45

Policiais matam professor de jui-jítsu em São Paulo

WILLIAM CARDOSO – Agência Estado

O professor de jiu-jítsu Alex Sandro do Nascimento, de 41 anos, foi morto na noite de anteontem, quarta-feira, 05, com três tiros de metralhadora por agentes do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) no Cambuci, região central de São Paulo. Segundo os policiais, Nascimento – que não tinha antecedentes criminais – estava armado e tentou disparar contra eles durante a abordagem. A versão é contestada por familiares e amigos, que dizem que ele foi assassinado.

O delegado Mario Palumbo Júnior e os investigadores José Augusto de Novaes Neto e José Marcelo Sposito contaram ter recebido denúncia de tráfico em cortiço na Rua Muniz de Souza. No local, abordaram moradores e teriam ouvido dois disparos. Enquanto o delegado e um investigador checavam o que havia ocorrido, Novaes Neto ficou tomando conta de três averiguados.

Segundo a versão oficial, dois deles teriam fugido. Já o professor de jiu-jítsu teria sacado um revólver 32 e disparado. A bala, no entanto, falhou. E Nascimento foi atingido pelo investigador com três tiros. Policiais dizem que ele foi socorrido e levado ao hospital, onde chegou morto. O médico encontrou 52 pedras de crack em seu bolso, de acordo com os integrantes do Garra.

Familiares do professor estão revoltados. Segundo eles, Nascimento foi morto pelos policiais após ter sido dominado com violência. Ele dava aulas em duas academias, era separado e tinha duas filhas, de 10 e 3 anos. Na noite da morte, foi até o portão buscar uma pizza. Uma adolescente com quem ele conversava no momento da abordagem pode ser a testemunha-chave do caso, mas ninguém sabe onde ela está.

Indagado a respeito em Brasília, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que, caso tenha ocorrido execução, a tolerância com os policiais “será zero”. Mas Jorge Carrasco, diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pela investigação, disse confiar na versão dos policiais. “Presumo que sempre falam a verdade. Se mentiram, serão demitidos a bem do serviço público. É rua.”

Carrasco disse ainda que se algo foi forjado vai aparecer nas investigações. “Não adianta. Se houve erro operacional, será apurado. Temos metodologia, provas que na maioria das vezes são incontestáveis.” Segundo o diretor do DHPP, a droga só foi descoberta com Nascimento no hospital porque não houve tempo de revistá-lo.

Carrasco afirmou ainda que o local é um conhecido ponto de tráfico. Desde ontem, responsáveis pela abordagem só podem fazer serviços administrativos. Segundo moradores, incursões violentas da polícia atrás de drogas são comuns no cortiço.

Tristeza

Irmã do professor, Ana Cristina Nascimento, de 42 anos, disse que ele já havia comentado sobre a possibilidade de ser abordado por policiais. “Ele sempre dizia que nunca tentaria escapar da polícia, porque não devia nada. Não fumava, não bebia, jamais usou droga. Era um esportista.” Amigos também ressaltaram suas qualidades. “Com o esporte, ele ajudou uma geração inteira de moleques a ficar fora das drogas. Era uma pessoa do bem”, disse uma pessoa que pediu anonimato. O corpo de Nascimento será enterrado nesta sexta-feira no Cemitério da Vila Mariana. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.


Responses

  1. Deveriam ser treinados e preparados para respeitar o SER HUMANO …

  2. […] Para aprofundar este caso leia o post do Rogério Tomás no Brasília Maranhão […]

  3. Que absurdo, e que doce inocência achar que o direitos humanos foi criado para cidadãos de bem e trabalhadores, primeiro que direito humano de ser exercido pra quem é humano e não para qualquer um que sai por ai com uma arma na mão tirando a liberdade da maioria, porque o bandido quando mata um pai de família tem todo um cuidado com a integridade física do bandido, e quando é o contrário, o cidadão que se defende é preso indiciado e tudo quanto tem direito, o Direitos Humanos tinham que defender o olho por olho, dente por dente pra por um terror em gente que não presta e sai por ai acabando com a vida das famílias de vítimas de bandidos. Pra quem escreveu que eles defendem o que está na constituição, lá também está escrito que se tratando de GUERRA a pena de morte é permitida, lembro-me que há pouco tempo quando foi anunciada a implantação de unidades pacificadoras no Rio de Janeiro o Prefeito Sergio Cabrau disse que a sociedade carioca estava vivendo uma guerra então até agora não entendi o porque não começaram a matar traficantes em praça pública.

    • concordo plenamente com vc. bandido morto é o bandido bom porque se ele te pegar ele não vai pensar nos direitos humano da vítima ainda mais se tiver drogado…

  4. e quantas centenas de trabalhadores que os bandido filho da puta mata todos os anos no brasil,porque tu não bota a foto deles,porque não cabe no teu blog,vai toma no teu cu seu filho da puta.

  5. Me desculpe mas vc. está vivendo em outro país ,concordo que a excesso por parte da polícia mas porque os bandidos não tem medo não tem nada a perder, e tem a proteção da lei dos direitos humanos ao seu favor enquanto um pm terá várias complicações porque teve que matar um filho da puta para não morrer. em toda guerra irá morrer inocentes e hoje vivemos uma. bandido bom é bandido morto e congratulations to the ROTA vôceis sim são herois desta cidade. de São Paulo.

  6. Voce que de primeira ja neste seu texto, esta tendencioso a criticar ação da policia, ja percebi qual sua real intenção, entao ja que esta deste lado, pq nao colocou foto de varios policias mortos defendendo pessoas como vc, kd as fotos das vitimas, que morreram nas maos destes bandidos, que adentran comercios e residencias para roubar o que nao os pertence, kd vcs direitos humanos, qual foi o dia que vc que redigiu este texto foi visitar um ente querido de um policial que morreu trabalhando, ou foi visitar filhos, filhas, viuvos e viuvas d vitimas dos bandidos que vcs tanto defende. “pq sera ein????”
    —–POLICIAS DO BRASIL, NAO VAMOS DEIXAR OS BANDIDOS DOMINAREM NOSSA TERRA, SEJA ELES QUAIS FOREM, TRAFICANTES, ASSALTANTES, HOMOCIDAS, E PRINCIPALMENTE, DEFENSORES DE BANDIDOS—–

  7. A teoria dos direitos é tão linda e utópica quanto a teoria do comunismo, do socialismo, mas na vida real brasileira, vemos policiais sendo assassinados, e nem direitos humanos nem o Estado tomam providencias, o policial continua sendo policial, mesmo de folga, e quando é assassinado não aparece direitos humanos e a familia não tem os mesmos direitos de quando o policial é abatido em trabalho…. podem falar o que quiserem, sei que existe corrupção na policia, na politica, no inss, no governo federal, estadual, municipal, até no boteco da esquina, mas ainda prefiro um policial vivo, à 1/2 bandido/assassino.

  8. Aff fico indignado com defensores de direitos humanos. Só falam MERDA. Só dizem isto porque não é vocês que tem arma na cabeça ou seus filhos. Porque vocês filhos da puta que defendem os bandidos, não vão até os familiares das vitimas que foram mortos por esses bandidos safados, dar 1 apoio aos familiares? Só vejo irem na casa dos bandidos. VÃO SE FUDER, VOCÊS SÓ NÃO APRENDER QUE BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO QUANDO ALGUEM DE SUAS FAMILIAS FOREM MORTOS. SEUS LIXOS.

    • A inteligência fina na argumentação é a coisa que mais me agrada nos reaças. Só as famílias deles têm vítimas da violência. E eles atacam os defensores de direitos humanos porque, no fundo, querem ter a liberdade de agir como bandidos e matar qualquer um considerado “suspeito”. Coerência tão grande quanto a inteligência.

      • Seria coerencia ver garotas mortas porque não quiseram entregar o celular,Coerencia,ver jovens violentadas,familias trucidadas,pessoas queimadas por bandidos que têm os direitos humanos a seu favor?Ora .para o inferno com sua coerencia…queria ver vc com o corpo violado,se não ia querer matar com suas mãos o tal defendido pelos direitos humanos.Se estiverem algemados,não podem ser agredidos porque não podem se defender…e a dentista amarrada? podia se defender? Para o inferno os direitos humanos.

  9. para de falar besteira tem raiva da policia o problema e teu,vai arrumar um serviço

    • Não tenho raiva da polícia, só de policial que age como bandido e ataca as entidades de direitos humanos para se justificar. Já tenho um ótimo emprego, amo o que faço, mas muito obrigado pela preocupação.

      • É frustante ver tanta gente trabalhadora sendo morta ou abusada por esses vagabundos que não dão valor à vida. Mais frustrante ainda é ver pessoas que apoiam leis que servem para defender esses monstros (os advogados agradecem, pois quanto mais bandido, mais trabalho).
        A lei dos direitos humanos deveria defender apenas os humanos, bandido não é humano, é monstro.

    • policiais borrados so sae pra fazer vitimas inocente ,tombam no bico

  10. Nunca vi um sequer, mas nenhum ativista de DH MESMO, ir perguntar para a família de algum policial morto DEFENDENDO A SOCIEDADE se precisavam de algum apoio, amparo, qualquer coisa!!!
    “Direitos Humanos para Humanos Direitos”

    • Lamento lhe informar, mas os defensores de direitos humanos também defendem a sociedade, sem cometer execuções, sem assumir para si o poder de Justiça (e de “justiciamento”) e sem a covardia e o comportamento de bandidos que alguns policiais demonstram, como já disse o próprio delegado-geral de SP.

      • Os Direitos humanos prega a liberdade de Expressão. “GAY” (Ser Gay é um direito Humano) ,Trabalhar no Sinal, BEBER NA MESA DE UM BAR. SEM CONTRARIAR SÂO ALGUNS DOS DIREITOS QUE AS PESSOAS POSSUAM POR SER HUMANO. Então se Ser bandido é um direito que as pessoas possuem, Porque então os prendemos e os matamos ??? Bandido meu amigo, DEIXOU A MUITO DE SER “HUMANO” É ANIMAL. VIROU FERA. PORTANTO não pode ser Tratado como um ser de Bem, Não há correção mais eficaz que você. FICAR PRESO, ( detido ) Um Cidadão de Bem por infringir uma pequena Lei vai preso, mais quando sai, jamais vouta a Errar… UM BANDIDO, TEM PRAZER em ser PRESO. pois ao sair voutarar a COMETER OS mesmos Crimes, ou então PIOR. Está no Sangue, praticar o Mal ( não tem Vouta ) … Então, amiguinho.. assim como Eu, Todos os Cidadões de BEM na NAÇÂO brasileira discordo completamente Como VOCÊ e A POLÍTICA BRASILEIRA PENSA.

      • Se você acha que ser bandido é um direito humano, então eu não tenho nada a lhe dizer, porque, definitivamente, sua inteligência está muito acima da minha (e de qualquer outro ser humano ou não humano)… rs

  11. Galera do direitos humanos só pode ter fetiche por bandido… Só isso explica essas merdas.

  12. Alguém sabe o Facebook ou Twitter do Publicador: Rogério Tomaz Jr. para que a população possa contar cada uma das histórias vividas de quem já passou pelas mãos dos Marginais, e Bandidos, nesse pais. Mostras pra ele que na legislação dos Direitos humanos, eles Pregam a liberdade de expressão, o direito de ir e vir, e o direito a segurança… coisa que nenhum cidadão de Bem tem… somente os BANDIDOS.. ” então DR. ROBERTO TOMAZ… MANDE AI SEU CONTATO..

  13. Engraçado. E o comportamento “quase patológico” de alguns ” cidadãos” , que certos de total impunidade me imputam a pena de viver cercado por grades, pagar por segurança e seguros, ter medo de sair de casa, que meus filhos saiam. Que para fazer um roteiro de viagem eu precise me preocupar com os assaltos e não com os acidentes. Enquanto isso ficam em depósitos de gente, comendo, bebendo, falando ao celular, protegidos.
    Temos um enorme problema para enfrentar. Porém, precisamos punir severamente. Já que não reeducamos, por que não punir? Vamos punir! Vamos dar a impressão de segurança ao cidadão. Depois esperamos uns dois séculos até que as autoridades públicas resolvam como vão reeducar estas bebezinhos.

  14. Rogério Tomáz,agradeça a Deus se for religioso ou a sorte de for ateu…de nunca ter tido um parente querido assassinado covardemente,pior,por um meliante reincidente pelo mesmo crime de morte por motivo nenhum,o camarada simplesmente atirou para dentro de uma pizzaria pois mais cedo havia discutido com o dono do estabelecimento quando deveria estar preso pelo assassinato anterior.Meu querido familiar partiu de uma forma estúpida e surpresa….Nenhum apoio público quanto menos dos ditos direitos humanos que demonizam a Polícia pelos crimes de uma minoria fardada esquecendo dos bons policiais assassinados por bandidos .
    Todos nós familiares ,que tivemos um parente vítimado,nos revoltamos sim com todos os subterfúgios que facilitam a saída de marginais das cadeias ,muitos deles reincidentes e sem condição de viver em sociedade.
    Não quero de forma nenhuma incitar o ódio,apenas desejo que justiça sempre prevaleça até mesmo ao criminoso se for o caso.Porém voçê escreve que os direitos humanos sofrem com má interpretação da comunidade que os acusam de defender bandidos quando na verdade defendem sim em demasia e em coro fervoroso a cada tapa que um marginal leva e nada ,nem sombra desse teatro ao cidadão de bem e de tantos de nós que sofremos com a perda irreparável.

  15. O autor do texto esqueceu de mencionar a impunidade que ocorre demasiadamente no país, e não enxerga o quanto a “comissão dos direitos humanos” e o “estatuto da criança e adolescente” que deveriam proteger pessoas de bem e crianças desamparadas, só protegem criminosos perversos. E ao citar casos de policiais que assassinaram pessoas inocentes, não ressaltam o quanto essas organizações são omissas nesses casos. E somente em ocasiões em que criminosos são mortos ou simplesmente agredidos por policiais, tanto a comissão dos direitos humanos quanto o ECA(no caso de menor idade) entram em ação contra a corporação policial.
    Esse tipo de opinião como a do texto, é só mais um exemplo de hipocrisia, que ignora diversos fatos do cotidiano, e generaliza ao criticar policiais que assassinaram pessoas inocentes, atribuindo toda a violencia as corporações policiais, sem fazer qualquer referência ao governo federal e ao congresso que são os maiores responsáveis por esses acontecimentos. Esse tipo de opinião como a do texto acima, contribui, e muito, para fortalecer a violência no país.

  16. Aí ou Rogério Tomaz Jr. quero ver se um filho da puta desses, entrar na tua caza estrupar tua mulher ou filha, depois vc vai deparar com o desgraçado na rua rindo da tua cara, porque os advogados desta porra de direitos humanos o soltaram, aí quero ver seu comentário aqui de novo. otário

  17. Principalmente o ECA….Fica defendendo esses marginais….o eca deveria ajudar crianças abandonadas e nao ajuda esses filho da puta…
    Um jovem mata, estupra, rouba e nao vai preso sabe porque?? o eca defende….Que pouca vergonha dos politicos que nada fazem para inverter a situaçao….E ainda querem falar em avanço….Como pode um país avançar
    com tudo isso acontecendo???? Hoje quem mais rouba mata e estupra sao
    jovens menores de 17 anos….Ai fica a pergunta: Se um adolescente pode votar decidir o pleito porque nao pode responder pelos seus atos???? Eu sou adolescente e acredito que somos o futuro do país..E se ja esta desse jeito adolescentes matando roubando imagina daqui alguns anos;;……
    e ai politicos vamos se mexer o futuro ja chegou e voces oque fizeram por ele??????NADA…..

  18. Isso mesmo, deixemos os Direitos Humanos continuarem a criticar a policia e passar a mão na cabeça de estupradores e assassinos. Já viram o novo crime da moda? Se você for roubado e não tem dinheiro é logo queimado vivo! Bonzinhos os bandidos, não? Uma coisa eu digo a todos aqui, nunca roubei, estuprei e nem matei ninguém mas se algum dia um desses bandidos fizerem mal a mim ou qualquer outro membro da minha família, vou atrás de um por um e farei questão de catalogar todos os defensores dos direitos humanos e dar fim aos mesmos. Pois a lei que beneficia os ‘protegidos’ deles, também me beneficiará! Raça maldita!

  19. Brayan foi morto durante um assalto porque seu choro irritou os ladrões. A casa de sua família no bairro de São Mateus, na zona leste de São Paulo, foi invadida na madrugada de sexta-feira (28). Ele foi alvejado na cabeça enquanto estava no colo da mãe. Seis ladrões levaram R$ 4.500 em dinheiro da casa. Parte disso seriam economias do próprio menino.
    Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2013/06/30/menor-e-aprendido-como-terceiro-suspeito-da-morte-de-menino-boliviano-em-sp.htm

    • Sr Frank, esses defensores de direitos humanos, esquecem que na declaração de direitos humanos tem um artigo que diz ,”Toda pessoa tem direito à inviolabilidade do seu domicílio.” . Para eles os bandidos tem muitos direitos e poucos deveres!

  20. “Todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos e, como são dotados pela natureza de razão e consciência, devem proceder fraternalmente uns para com os outros”.

    Vemos diariamente pessoas que não respeitam seus deveres como cidadão serem totalmente “abraçadas” por estas entidades e serem praticamente blindadas por elas. Por outro lado vemos cidadãos de bem e cumpridores de seus deveres serem relegados a própria sorte ou azar, depende do ponto de vista.

    Acredito que o papel destas entidades, no caso do cidadão que vive à margem da lei, seja apenas de garantir para eles um julgamento justo e que ele cumpra sua pena com dignidade. Enquanto que seu foco principal estaria voltado justamente aos cidadãos cumpridores de seus deveres. Mas o que vemos hoje é uma completa e total inversão de valores onde o cidadão comum pouco ou nenhum direito tem, enquanto os que vivem à margem da lei são totalmente blindados.

    “Policiais que exercem sua profissão com idoneidade merecem respeito. E matar está dentro daquilo que eles podem fazer para proteger cidadãos, colegas de trabalho e a eles mesmos. É preciso parar com essa mentalidade que policial é malvado”.

    Esquecem-se também os defensores dos direitos humanos dos bandidos da chamada ‘teoria dos riscos profissionais’, exposta pelo magistrado Volney Corrêa Júnior: ao adotar o crime como profissão, como em qualquer outra atividade, sujeita-se o delinqüente aos riscos que lhe são inerentes: em algumas das empreitadas não ser bem sucedido, levar um tiro e morrer, ser preso, na prisão superlotada não receber o tratamento de que se julga merecedor, ser vítima de abuso sexual por outros detentos, etc.

    Direitos humanos no Brasil tende a criminalizar os policiais e tornar hérois os bandidos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: