Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 21/05/2012

Repórter da Globo chama Herrera de babaca por este não topar brincadeira

[Atualização: Mal cliquei no botão “publicar” aqui e fui informado que o dito cujo abaixo apagou o que escreveu. Curioso que, após xingar o jogador do Botafogo, o repórter escreveu, também no seu microblog: “No meu twitter, escrevo o que bem entender.”]

O repórter Marco Aurélio Souza, da Sportv/Globo, chamou de “babaca” o argentino Herrera, atacante do Botafogo, pela recusa em pedir música para o Fantástico pelos três gols que fez na vitória deste domingo (20) sobre o São Paulo.

“O tolerante”

O jornalista expressou sua “opinião” sobre o jogador através da sua conta no Twitter.

A “normalidade” e o “humor” exaltados pelo profissional não o fizeram ter tolerância suficiente para se abster de xingar o atleta.

Cada um pode julgar como quiser a atitude do Herrera. Eu achei um gesto sensacional, pelo simbolismo que representa, o que expliquei no post anterior.

Assista ao vídeo:

A assoberbada emissora do Jardim Botânico não costuma ouvir não como resposta a qualquer pedido. Quando ocorre, muita gente por lá fica descontente, para dizer o mínimo. A primeira manifestação do incômodo partiu do repórter.

Nem acho a história do “artilheiro musical” uma babaquice como tantas outras da Globo, tal qual o quadro “inacreditável futebol clube”, que é absolutamente ridículo.

Daí a ofender o sujeito que se recusou a participar da brincadeira… é babaquice pura!

Vinda de um profissional do jornalismo é pior ainda.

Imaginem se o Herrera, numa entrevista ao vivo, chama o seu entrevistador de babaca, apenas por não gostar do sujeito…

Curioso é ver tal atitude partir de alguém que, em tese, deveria promover a tolerância, sobretudo por trabalhar no esporte, ainda mais no futebol, um fenômeno social que gera tanta paixão, mas não deixa de contribuir com sua cota de tragédias sociais, especialmente quando a violência entra em jogo.

Como diria um outro cronista esportivo, “que desagradável”.

O “babaca”, segundo o global

Nessas horas é bom lembrar que a arrogância é irmã da soberba e prima da prepotência.


Responses

  1. Babaca é o repórter por não aceitar o diferente. Ou, quem sabe, ele tem aversão a estrangeiros, especialmente a argentinos. Espero que os times argentinos, Boca Junior e Vélez Sarfield, eliminem os times que a Globo tem preferências, cariocas e paulistas, Fluminense e Santos, respectivamente.

    Questiono o porquê de a emissora que se acha a toda poderosa compra os direitos de transmissão da Liga dos Campeões e só passa meia dúzia (literalmente) ou nem isso dos jogos.

    É preciso democracia para os espectadores poderem escolher livremente o canal que deseja ver o jogo e não na emissora que foi apoiada pelos ditadores militares, além de ter sido financiada, que era proibido na época e contina agora. Para se ter ideia, 80% do capital da Globo foi financiado pela Time LIfe, empresa estadunidense. Quem quiser conferir, leia o livro “A História Secreta da Rede Globo”, de Lucas Figueiredo.

    Enfim, não se pode esperar tolerância de uma emissora que foi apoiada por ditadores e que influenciou na eleição de Collor de Melo e Fernando Henrique Cardoso. Salve Dunga, Herrera e tantos outros que souberam peitaram-na.

    Pela redefinição dos meios de comunicação, por limitação de seus poderes através do controle público. Abaixo a Rede Globo e afliliadas.

    • “A história secreta da Rede Globo” é do brilhante Daniel Herz (que tive o prazer de conhecer e com ele muito aprender) e não do Lucas Figueiredo. E os times preferidos da Globo são os que dão mais audiência, ou seja, Flamengo e Corinthians.

      • Agradeço pela retificação. Não lembro qual livro do Lucas Figueiredo que se refere à comunicação. Concordo que sejam estes dois times da Globo, mas para o Brasil no geral (sinal da parabólica), basta ver qual time do RJ jogo fora do estado às 16h de domingo que se sabe quai será para todo o Brasil.

        Por que no primeiro jogo da final da Sul-Americana 2008, entre INTERNACIONAL X ESTUDIANTES, e também quando o Cruzeiro foi finalista da Libertadores em 2009, mostraram filme para SP e RJ? Por que não mostra mais regionalizada para a parabólica jogos dos times dos estados (por ex, para o RS, SC e PR um jogo de time desses estados, MG, Nordeste e Goiás outro)? Isso vale também para a Band que só mostra de times paulistas. Diferença que a Band mostra quando tem time brasileiro na disputa. Exemplo foi a primeira partida (Estudiantes 0 x 1 INTERNACIONAL) pela final da Sul-Americana enquanto a “toda poderosa” passou filme. Acho que o vexame foi tanto que ela passou o segundo jogo para não ficar em segundo lugar em audiência.

  2. [Se for publicar, peço que mande esse que escrevi jogo quando é joga o correto]
    Agradeço pela retificação. Não lembro qual livro do Lucas Figueiredo que se refere à comunicação. Concordo que sejam estes dois times da Globo, mas para o Brasil no geral (sinal da parabólica), basta ver qual time do RJ joga fora do estado às 16h de domingo que se sabe quai será para todo o Brasil.

    Por que no primeiro jogo da final da Sul-Americana 2008, entre INTERNACIONAL X ESTUDIANTES, e também quando o Cruzeiro foi finalista da Libertadores em 2009, mostraram filme para SP e RJ? Por que não mostra mais regionalizada para a parabólica jogos dos times dos estados (por ex, para o RS, SC e PR um jogo de time desses estados, MG, Nordeste e Goiás outro)? Isso vale também para a Band que só mostra de times paulistas. Diferença que a Band mostra quando tem time brasileiro na disputa. Exemplo foi a primeira partida (Estudiantes 0 x 1 INTERNACIONAL) pela final da Sul-Americana enquanto a “toda poderosa” passou filme. Acho que o vexame foi tanto que ela passou o segundo jogo para não ficar em segundo lugar em audiência.

  3. babaca é esta idéia de pedir musiquinha para tocar no fantastico ! PARABENS HERRERA !!! A GLOBO PENSA QUE MANDA EM TODO MUNDO !

  4. acontece que o repórter é obrigado a puxar o saco da emissora para tentar se promover lá dentro..
    ademais, agora pouco ele apagou o comentário pois sabia que seria ainda mais execrado pelas redes sociais.
    ele sim é um grande babaca..

  5. Babaca é vc e a globo que acha que manda em todo mundo, mandou mt bem o Herrera!

  6. Para mim, mais do que o “babaca”, chama atenção o uso da palvra “normalidade”. Como se fosse anormal alguém não querer participar de uma brincadeira de um programa de TV. Qualquer que seja o programa ou a emissora…
    Anormal mesmo é repórter não saber usar vírgula! Tem uma flutuando lá antes de chamar o Herrera de babaca….

  7. Reporte RIDICULO,babaca é ele que acha pq é da globo o cara tem que participar do que eles querem…..Parabéns Herrera,seu papel é jogar bem no Botafogo e não ficar pedindo música….100% HERRERAAAAA.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: