Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 20/05/2012

Argentino Herrera diz não à Globo e põe em evidência o #ChupaGlobo

Uma das instituições mais poderosas do Brasil – e certamente A mais poderosa no futebol brasileiro – é a Rede Globo, que já indicou e derrubou ministros de Estado, apoiou e foi convenientemente apoiada pela ditadura civil-militar encerrada em 1985 e deu contribuições valiosíssimas à eleição de Collor de Mello e duas vezes para FHC.

Acostumada à subserviência, a Globo recebeu um sonoro não – engulam o clichê, caros bucéfalos! – na noite deste domingo (20).

Herrera, atacante argentino do Botafogo, fez três gols na vitória do seu clube sobre o São Paulo.

Na cobertura da emissora, o triplete – como se diz nos países de língua hispânica – garante ao artilheiro o direito a pedir uma música para tocar no Fantástico, histórico líder de audiência nas noites de domingo.

Acionado pelo repórter, Herrera não entendeu o pedido:

– Música pra quê? – indagou o hermano.

– Fez três gols… você tem direito a pedir uma música – explicou o ainda empolgado repórter.

– Não, eu não pido [peço em espanhol] música não…

– Nem em castelhano? – insistiu o global.

– Não, nenhuma – encerrou Herrera, virando-se para outro entrevistador.

Herrera não entrou na onda da Globo

O vídeo abaixo mostra o episódio, que certamente entrará para o anedotário clássico do futebol brasileiro.

Herrera diz não à Globo

Companheiro de Herrera no alvinegro carioca, o uruguaio Sebastian “Loco” Abreu já acumula uma coleção de casos semelhantes, como se vê no vídeo abaixo.

Loco Abreu – destruidor de repórteres

Repercussão – A atitude de Herrera rapidamente ganhou destaque nas redes sociais. No Twitter, a tag #ChupaGlobo ficou entre os assuntos mais comentados no Brasil. Enquanto escrevo estas linhas, a tag ocupa o 3º lugar.

#ChupaGlobo no 3º lugar nos TTs Brasil (clique para ampliar)

E logo devem aparecer os “memes” (fotomontagens e similares) para o Facebook e outras redes. Atualizarei o post à medida que eles aparecerem.

Parabéns aos botafoguenses – minha filha Daniela e meu irmão Igor entre eles – pela vitória na estreia, mas, sobretudo, pela atitude do seu artilheiro neste domingo.

Num país apaixonado por futebol, em que as provocações entre torcedores normalmente dominam as noites de domingo e manhãs de segunda, o gesto do argentino se destaque do que qualquer resultado.

PS: Vale acompanhar a cobertura da Globo, cujos chefões costumam ser vingativos. Uma represália ao argentino ou mesmo ao Botafogo não pode ser descartada. Chico Buarque ficou anos sem aparecer em qualquer programa ou noticiário da Globo por conta de sua postura crítica em relação à ditadura.

Anúncios

Responses

  1. Temos que seguir o exemplo dos “hermanos” argentinos e uruguaios e deixar de ver a “toda poderosa”. Prefiro ver o jogo num bar (não tenho tv por assinatura por considerar abuso o valor) ou escutar ou acompanhar pela internet a olhar na RBS (afiliada da Globo no RS). Na Globo prefiro ver o jogo sem volume caso não tenha outra opção (vi a final da LIga dos Campeões na Band).

  2. […] Cada um pode julgar como quiser a atitude do Herrera. Eu achei um gesto sensacional, pelo simbolismo que representa, o que expliquei no post anterior. […]

  3. Essa cobertura metida a engraçadinha da Globo é um saco. Um viva são paulino meu ao Herrera e ao Loco.

  4. Herrera foi bem dentro e fora de campo.
    Gracias,Herrera!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: