Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 01/05/2012

Galeano, os EUA e o 1º de maio

Típico de uma ditadura, Estados Unidos buscam apagar a parte da História que não lhes interessa.

Como o episódio que levou à proclamação do 1º de maio como Dia Internacional do Trabalhador.

O escritor e jornalista uruguaio Eduardo Galeano tratou disso no seu “O livro dos abraços” – obra que “nunca para na prateleira”, segundo me informou certa vez o vendedor de uma loja da Saraiva.

*****

A desmemória/4

Chicago está cheia de fábricas. Existem fábricas até no centro da cidade, ao redor do edifício mais alto do mundo. Chicago está cheia de fábricas, Chicago está cheia de operários.

Ao chegar ao bairro de Heymarket, peço aos meus amigos que me mostrem o lugar onde foram enforcados, em 1886, aqueles operários que o mundo inteiro saúda a cada primeiro de maio.

— Deve ser por aqui — me dizem. Mas ninguém sabe. Não foi erguida nenhuma estátua em memória dos mártires de Chicago na cidade de Chicago. Nem estátua, nem monolito, nem placa de bronze, nem nada.

O primeiro de maio é o único dia verdadeiramente universal da humanidade inteira, o único dia no qual coincidem todas as histórias e todas as geografias, todas as línguas e as religiões e as culturas do mundo; mas nos Estados Unidos, o primeiro de maio é um dia como qualquer outro. Nesse dia, as pessoas trabalham normalmente, e ninguém, ou quase ninguém, recorda que os direitos da classe operária não brotaram do vento, ou da mão de Deus ou do amo.

Após a inútil exploração de Heymarket, meus amigos me levam para conhecer a melhor livraria da cidade. E lá, por pura curiosidade, por pura casualidade, descubro um velho cartaz que está como que esperando por mim, metido entre muitos outros cartazes de música, rock e cinema.

O cartaz reproduz um provérbio da África: Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorifícando o caçador.

[Eduardo Galeano, O livro dos abraços]

Eduardo Galeano (Foto: Mariela de Marchi - http://www.flickr.com/marielademarchi)

PS: O Dia do Trabalho (“Labor day”) é celebrado nos EUA na primeira segunda-feira de setembro.

PS2: O Leonardo Sakamoto avisa que há pelo menos dois monumentos em Chicago em homenagem ao movimento de 1886: “Um mais antigo no cemitério de Forest Home e um outro construído em 2004. Tem um frase boa num deles: “Chegará o dia em que o nosso silêncio será mais poderoso do que as vozes que vocês estrangularam hoje” – PS: O cemitério fica na região metropolitana de Chicago, mas o outro monumento fica próximo ao centro”.

O livro do Galeano é de 1989.

Anúncios

Responses

  1. Em primeiro lugar eh ”LABOR DAY”…e se vc ver as noticias hj…todo mundo esta ocupando LOS ANGELES e o centro de LA…. como protesta…aqui se trabalha todos os dias do ano, ate no natal…o feriado vc faz e so bancos e instituicoes do governo nao trabalham…Somos um pais livre, por isso as pessoas que nao moram e conhecem os USA , gostam de apontar os defeitos…. primeiramente gostaria eh de saber pq existe tanta corrupcao no Brasil, e agora com o novo codigo florestal a info eh minima…Adoro, amo e respeito os USA… aqui eh o pais onde se vc trabalha duro os sonhos , sim se realizam, nao somos perfeitos, mas nao eh a toa que somos uma potencia…..

    • Obrigado pela correção. Você falou em corrupção? Irã-Contras, Enron, Citibank e as lavagens de dinheiro pro narcotráfico, Bernard Madoff, Arthur Anderson escondendo fraudes contábeis dos clientes ricos, o esquema de rabinos e políticos em New York/New Jersey, Albert J. Stanley e as propinas na Nigéria, Goldman Sachs e mais uma penca de empresas que levaram à crise de 2008… a lista seria gigantesca… e você fala como se a corrupção fosse produto patenteado no Brasil… menos, menos.

  2. uau/1


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: