Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 17/12/2010

Primeira tatuagem: voltando aos 17

No terceiro ano, jogava basquete pelo menos 4h por dia, entre colégio, clube, rua ou qualquer outro lugar onde houvesse um aro de basquete.

Tinha 17 anos e foi quando pensei e desejei pela primeira vez fazer uma tatuagem. A ideia era uma bola de basquete caindo na cesta em chamas… algo como a figura abaixo, só que mais estilizada.

O desejo aos 17 que ainda não saiu dos planos

Quem sabe no futuro faço essa. O amor pelo basquete ainda é grande, mas está longe de ser algo forte como era na época do colégio.

Hoje, 17 de dezembro, 17 anos depois do desejo inicial, fiz a primeira tatuagem.

Peguei a ideia da Ana Maria Straube, amiga querida com quem havia combinado fazermos juntos as nossas, em abril desse ano. Ela não fez, acabei atrasando a minha e decidi agora fazer a primeira, com a ideia dela.

O disco “Geraes”, do Milton Nascimento, é um dos meus preferidos dele, embora “álbum preferido” do Milton seja quase pleonasmo.

A melhor faixa é “Volver a los 17” (“Voltar aos 17”), tocante dueto do Bituca com a argentina Mercedes Sosa para a linda canção da chilena Violeta Parra, uma das milhares de vítimas da ditadura de Augusto Pinochet.

Capa de “Geraes”, do Milton Nascimento (1976)

Tive o insight semana passada.

Dezessete anos atrás, quando eu tinha 17 anos, quis pela primeira vez fazer uma tatuagem. Nada mais justo do que registrar no corpo uma homenagem a uma canção que me leva a essa viagem no tempo.

A marcação para o dia 17/12 foi puro acaso. Só percebi quando a pistola já marcava a pele.

A segunda (como desenho original que havia escolhido para abril) está marcada par ao final de janeiro.

A primeira

Ao final da primeira, já pensava na segunda

Com o artista, Claudio Ferreira, da Universo Tattoo

Para quem se interessar, recomendo o Cláudio Ferreira, da Universo Tattoo: (61)3274-0088 (estúdio na 311 Norte)

PS1: O desenho está invertido para que o trem não “vá embora” do corpo…

PSs: Para quem não conhecia essa linda música, é essa aqui (com legenda):

Volver a los 17 – Milton Nascimento e Mercedes Sosa


Responses

  1. Ate tu sapo cururu ta de tatuagem.
    Beleza, ficou massa, muito bacana, tambem penso em fazer uma mas ainda não sei qual e nem quando, mas que vou fazer vou.
    Talvez faça uma grande homenagem a coisa que mais amo nessa vida, Julia, simplesmente Julia.
    Quando fizer mesmo, somente vou colocar o nome dela.
    Valeu boi
    Abraço

  2. Só quero dizer uma coisa! Eu adorei o desenho, mas, o que mais gostei, na verdade, o que mais gosto disso tudo são as suas histórias. A maneira como você as passa pra nós, leitores assíduos do seu blog. É mágico entrar na sua vida assim, como se já fizesse parte dela desde os 17 ou antes, quem sabe…🙂

    Gostei da capa do disco, gostei da música, gostei da tatoo e digo mais: o Claudinho é o cara que faz todas as tatoos da minha vida, todas as que eu indico. A última foi com o Guga, mas, também no Universo Tatoo! Bom demais esse post! Adoreiii.

  3. Legal o texto e a tatuagem! Beijo

  4. Roger, linda a história e tatu.
    Volver aos 17! Ótimo lema para os meus 30!
    bjão
    Pati

  5. É sempre assim! Depois da primeira a gente não quer mais parar (sem e com segundas conotações…rsrsrs). Linda tatuagem, linda história!
    Beijos companheiro!

  6. ficou linda. =**

  7. Adorei a tatuagem, a sua história e a música linda ! Que inspiração! Bom, eu sempre sempre quis fazer uma mas ainda não tive coragem, agora já quero fazer só estou esperando vim uma inspiração boa que nem a sua.. beijos

  8. Roger uma ta bem. Se rabisca muito nao Borat;

    • Relaxa que tudo tem seu motivo… mas a segunda já tá marcada… rs

  9. Bem vindo ao mundo dos viciados em tatuagens.
    Já tenho idéias para a quarta, a quinta e a sexta.
    Mas vou com calma.
    Ficou massa
    Bjo
    Di

  10. Num gosto de tattooo, mas a música é linda. besos!

  11. […] A primeira tattoo, feita um ano atrás, foi simbólica por vários motivos (contei aqui no blog). […]

  12. Rogério, tudo bom? Rapaz preciso falar com o Cláudio, na verdade com a mãe dele que é minha amiga, mas estou sem os contatos dela. Você tem outro telefone do Cláudio que não seja o da loja? Ou mesmo da Marina que trabalha com ele? Obrigado velho! O meu telefone é 3201-9036.
    Abração!

  13. Amigo, tá ao contrario… vc realmente não viu isso?

    • Vi e foi opção minha, de fazer o trem correr para a direção do coração…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: