Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 25/09/2010

Tratado antropológico e sociológico do cara bonzinho

Os postulados no tratado abaixo não chegam aos calcanhares da Tábua de Esmeraldas, do grande Hermes Trismegisto, mas consta que foram inspirados escritos ao som d’A Tábua de Esmeraldas, do igualmente grandioso Jorge Ben (Jor).

Tratado Antropológico e Sociológico do Cara Bonzinho

1. O bonzinho é romântico espontânea e naturalmente, sem forçar nada.

2. O bonzinho é cavalheiro, mesmo (e sobretudo) depois da mulher sacaneá-lo.

3. O bonzinho fica com raiva, espuma, baba de ira, mas não explode e sempre perdoa. No final das contas, ele é como o Mateus 8:8, basta a mulher dizer uma palavra e ela será absolvida.

4. O bonzinho é bem humorado, sempre está contando alguma piada ou história engraçada.

5. O bonzinho é inofensivo. A mulher confia nele cegamente, pois sabe que ele jamais forçará a barra em qualquer situação.

6. O bonzinho consegue até consolar a mulher pela qual é apaixonado depois de ela levar um pé-na-bunda do urso.

7. O bonzinho é sempre considerado/confundido como o “arroz”, “gás nobre” ou o “amigo gay” dela.

8. O bonzinho tem muitas amigas mulheres, de verdade. Por opção ou por falta de opção (em relação às suas intenções anteriores).

9. O bonzinho é o mais querido delas. Ninguém mais do que ele ouve mais frases do tipo “o meu carinho por você é muito grande”, “eu gosto tanto de você, mas como amigo”, “a nossa amizade é muito importante para mim”, “você não sabe o quanto eu gosto de você” etc.

10. O bonzinho na personalidade do cara não é exclusivo, mas predomina na relação com alguma(s) mulher(es) e em determinadas circunstâncias. O mesmo cara que é bonzinho com a Maria pode ser canalha com a Joana.

11. O bonzinho só se fode. Porém…

12.O bonzinho nunca é eterno. Sempre aparece alguma mulher cujos atos são responsáveis pela morte do bonzinho no cara e, via de regra, o transformam naquele tipo ao qual é atribuída a velha máxima da filosofia universal feminina: “Homem não presta!”.

13. Em numerosos casos, as mulheres cobiçam e desejam se casar com os homens que não prestam, mas querem que estes sejam bonzinhos com elas.

Autor: Mykola Sydorenko

*****

Anúncios

Responses

  1. depois do ponto 12, só posso dar esta sugestão aos compas:

    Libere o Escroto que existe em você (com moderação…)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: