Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 17/09/2010

A bíblia do profeta Xico Sá: Catecismo de devoções, intimidades e pornografias

[Dedicado às amigas Talita, Elisa, Nanda Barreto e aos amigos Pirulito, Alemão, Hanks e Marcelo Arruda, pelo diálogo que "inspirou" esse post]

[Em memória do maior de todos nesse gênero, Nélson Rodrigues]

“O pudor é a mais afrodisíaca das virtudes”.
Nélson Rodrigues

(Torcedor do Fluminense, violador de costumes, machista,
reacionário, romântico, cavalheiro e gênio literário)

************************************************

Numa conversa via msn nos idos pré-carnavalescos de 2006:

Zema Ribeiro: Você se considera um representante do jornalismo gonzo?
Xico Sá – não, do gozo-jornalismo
Zema Ribeiro – risos
Xico Sá – jornalismo no qual o repórter goza no meio da matéria… ou da apuração..

O profeta do gozo-jornalismo

Para os neófitos na praça jornalística que não o conhecem, Xico Sá é referência obrigatória.

Idem para qualquer bípede com “telencéfalo altamente desenvolvido e polegar opositor” que goste de boas crônicas, especialmente sobre a milenar Filosofia de Alcova e temas afins.

Além de torcedor do glorioso Sport Club do Recife, testemunha do nascimento e apoiador, digamos, etílico-intelectual do movimento manguebeat, o profeta Xico Sá (no Twitter: @xicosa) — que aparece em vídeo abaixo junto com Sidney Magal e a musíssima Déborah Falabella — escreveu um livro que sempre indico aos casais amigos recém-apaixonados e/ou recém-casados:

Catecismo de devoções, intimidades e pornografias.

O opúsculo de 340 páginas e 103 gramas tem a seguinte apresentação no site da Editora do Bispo:

Com uma linguagem que usa como modelos os velhos catecismos da Igreja Católica, os manuais eróticos antigos e a safadezada escola fundada por Carlos Zéfiro, Xico Sá, jornalista e escritor, apresenta um livro a favor do hedonismo radical e do prazer. Um tratado de devoção às mulheres que abarca dos temais mais antigos, como o uso do espartilho, até o sexo nos tempos do messenger.

Obra-prima da Filosofia de Alcova universal

Tempos atrás a bíblia do profeta estava disponível para download no site da Editora, mas não achei hoje (ATUALIZADO: mas a Juliana achou aqui). Se alguém quiser a versão completa em PDF, me peça nos comentários ou por e-mail. Acho que o Bispo não vai me processar.

Marquei tomar uma cerveja com Xico algumas vezes, em Sampa, onde vive há uns bons anos, e no Recife, sua terrinha*, para onde sempre volta durante o período do festival da carne. Infelizmente, ainda não deu certo o encontro, mas sou cearense e desisto é porra! Quiçá a prosa etilizada ocorra no carnaval de 2011 na terra de Capiba, distante apenas 168 dias de hoje.

Sem mais delongas, conheça o profeta apresentando (e dançando jeitosamente n)o videoclipe da nova versão de “Tenho”, hit de Magal nos 70s (ou 80s?) e no quadro “Palavras Cruzadas” do CQC, junto com Daiane dos Santos. Em seguida deixo alguns goles do Catecismo, para inspirar o final de semana.

Sidney Magal, Xico Sá e Déborah Falabella

“Sinceramente eu não sei quem dança mais nessa vida: se os sentimentais, os canalhas ou os canalhas sentimentais. Se as histéricas, as inteligentes ou as lindamente burras”.

CQC – Palavras Cruzadas com Xico Sá e Daiane dos Santos

Trechos selecionados do “Catecismo de devoções, intimidades e pornografias”:

Da Devassidão como Política da Fêmea de Todas as Eras

A purificação de uma mulher só é possível à medida que ela resolve ser uma devassa, como entre o povo tártaro; devassa no sentido de não temer o despudor nem a língua salivante da inveja; devassa como política libertária; como entre os negros do Rio Gabão e da Costa da Pimenta, que entregavam suas mulheres aos próprios filhos, a melhor das bênçãos; como no reino de Judá; só a lascívia embeleza uma fêmea; só mesmo os povos embrutecidos pela superstição, reza o marquês, podem acreditar no contrário; e acreditar no contrário é ir contra nossa própria natureza.

*****

Do Furo do Velho Darwin só Agora Revelado

Agora é pra valer, deu na Science e nas gazetas mundo afora: não há lógica darwiniana por trás do orgasmo da fêmea. Aquela coisa de foder com o imaginário voltado pra reprodução é furada. Não fazia mesmo sentido. Para elas, orgasmo é diversão, loucura, ego, apego, amor, gritaria, gata no telhado, chamego, dengo, xenhenhém, cafuné de quem acerta o clitóris d’alma. Lindo que assim seja. E revoguem-se as disposições em contrário. E dá-me vinho, amore, que a vida é nada.

*****

Da Cesta Básica como Narrativa de uma Criatura

Vinhos baratos, para que a embriaguez não tenha preço, bouquet ou safra; lubrificantes, até que se ganhe a suprema intimidade do coito; uma bíblia sagrada, para rezar os cânticos… e eventualmente fumar maconha nas suas páginas; músculos ou cubos de goulash e pimenta para um bom e revigorante caldo; chá de boldo para a proteção dos fígados, embora o amor por si já nos garanta a imunidade dos corpos; leite de cabra para banhá-la inteira; boas cortinas para que o sol não se vingue contra o leito.

*****

No que Concerne às Tatuagens nas Costas

Quando você mira
aquela tatuagem nas costas,
quando a penetra,
aquela tatuagem gruda
na memória,
“salvar como”,
e copia e cola
no inconsciente
para todo o sempre.

*****

PS: O Xico também escreve alguns dos melhores textos sobre futebol. E publica algumas crônicas cotidianas no seu blog O Carapuceiro: http://carapuceiro.zip.net

*Comentário (incorporado ao post) do Zema Ribeiro (sobre algo que ele até já havia me dito, mas como o Xico é tão pernambucano quanto qualquer pernambucano arretado que conheço, sempre esqueço esse detalhe natalício):

rojão: xico é cearense, do sítio das cobras, santana do cariri. morou muito tempo em recife/pe, onde se formou jornalista pela ufpe e publicou o primeiro livro, mimeografado, o hoje raríssimo “paixão roxa”. de lá pra sampa, onde se tornou o xico que conhecemos: além de profeta do gozo-jornalismo e papa idem do jornalismo ludopédico, um grande também na cobertura de política: no saudoso no mínimo, fazia com classe a ponte aérea sp e, antes, na grande imprensa, ganhou prêmios com matérias sobre o homem-gabiru (sobre a inanição de nordestinos) e com a “descoberta” de pc farias. grande abraço!

About these ads

Responses

  1. Literalmente fodástico,como os textos do Xico sá.
    Inclusive estou sugerindo a Juventude masculina uma leitura no material literário dele. Fiz bem?

    • “Cuidado para não desvirtuar os imberbes inocentes do caminho do bem”, dir-te-ia o padre Marcelo Rossi!

      • Caro Rogério, Minha presença nomundo é para,entre outras coisas, subverter a Juventude.

      • E “Tenho” é de 78 salvo engano.

  2. Achei o link para baixar o livro:
    http://www.editoradobispo.com.br/areafile/produtodownload/28_8a7d4f5bbc56c67a7cea253865500e33.pdf

    • Valeu, Ju! :)

  3. Nesta segunda-feira ele foi capa do caderno Programa da Folha de Pernambuco.
    Segue link e boa leitura! :)
    http://www.folhape.com.br/index.php/caderno-programa/590544?task=view

    • Valeu, Magnífica Reitora da UNIBAM!!

  4. rojão: xico é cearense, do sítio das cobras, santana do cariri. morou muito tempo em recife/pe, onde se formou jornalista pela ufpe e publicou o primeiro livro, mimeografado, o hoje raríssimo “paixão roxa”. de lá pra sampa, onde se tornou o xico que conhecemos: além de profeta do gozo-jornalismo e papa idem do jornalismo ludopédico, um grande também na cobertura de política: no saudoso no mínimo, fazia com classe a ponte aérea sp e, antes, na grande imprensa, ganhou prêmios com matérias sobre o homem-gabiru (sobre a inanição de nordestinos) e com a “descoberta” de pc farias. grande abraço!

  5. Vale a pena ler o livro dele “Modos de Macho & Modinhas de Fêmea”, no qual ele desenvolve a figura do “lenhador sensível”!
    E tem também a história do pai que diz para o filho não casar com a moça porque ela já seria ‘furada’, ao que o filho responde: “Oxe, e é lata d’água? E eu quero pra carregar água?” haha

    Abraços

  6. Sempre leio as colunas dele no jornal. figuraça! :P
    Mas já baixei o livro, vai entrar pra fila, tem um moi na frente. bjs


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 176 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: