Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 15/06/2010

Discurso histórico de Dutra contra Sarney e decisão absurda do PT nacional

Em sessão na qual poucos acreditavam haver quórum se realizar, logo após o término da estréia do Brasil na Copa da África do Sul, o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) proferiu discurso contundente contra o senador José Sarney (PMDB-AP) e a decisão do PT nacional de impor aliança do partido com o PMDB Roseana Sarney nas eleições estaduais.

Dutra criticou Sarney e o PT (Foto: Luiz Alves/SEFOR-Câmara)

Dutra, que iniciou sua fala na tribuna da Câmara bastante emocionado, está em greve de fome desde a sexta-feira (11), logo após anunciada a decisão do Diretório Nacional do PT.

Na prática, o DN-PT anulou o encontro estadual do partido realizado em março, quando a maioria dos delegados (87 a 85) defendeu a coligação com o PCdoB do deputado federal Flávio Dino, pré-candidato a governador, e o PSB do ex-governador José Reinaldo Tavares.

No discurso, Dutra fez várias menções ao deputado José Genoíno (PT-CE), membro do Diretório Nacional e um dos enfáticos defensores da aliança com Sarney – “em nome do projeto Dilma”.

Manoel da Conceição, líder camponês e fundador do PT em 1980, acompanha Dutra no jejum, que já se aproxima das 120 horas.

Após o discurso do deputado, Manoel – 75 anos, diabético e ainda sequelado por um AVC sofrido em 2002 – se sentiu mal e teve que ser atendido pelo serviço médico da Câmara.

Assista ao discurso histórico de Domingos Dutra, que captou todo o plenário, normalmente disperso e povoado de conversas entre parlamentares.

Dutra ataca Sarney e a decisão do PT de impor aliança com oligarquia no MA

Após a fala de Dutra, Flávio Dino também discursou.

Flávio Dino critica decisão do PT (Foto: Laycer Tomaz/SEFOR-Câmara)

Sua mensagem, igualmente dura, dirigiu-se à cúpula petista e refutou os argumentos de que ele é uma ameaça ao governo.

“Os 43 companheiros da direção nacional do PT que cometeram essa violência merecem ouvir isso. Não aceitamos esse discurso de que nós ameaçamos a candidatura da ministra Dilma. Que a direção nacional reflita. Ainda é hora”, defendeu o parlamentar.

Na reunião do DN-PT prevaleceu a tese de que Sarney e o PMDB são aliados mais importante do que Flávio Dino, o PCdoB e o PSB.

Em 2006, a coligação PT-PCdoB-PSB teve Edson Vidigal como candidato a governador do Maranhão e a ex-deputada Terezinha Fernandes* (PT) como vice na chapa que ficou em terceiro lugar na eleição vencida por Jackson Lago (PDT), cassado am abril do ano passado através de um golpe judiciário que levou Roseana ao Palácio dos Leões.

Agora, “A Branca” – como a senadora é conhecida no meio político maranhense – não aceita essa coligação, com receio de ser derrotada por um deputado de primeiro mandato.

Assista abaixo ao discurso.

Flávio Dino critica decisão do PT de impor aliança com Sarney no MA

*Terezinha Fernandes também está em greve de fome, desde a segunda-feira (14).

Anúncios

Responses

  1. Prezado Deputado
    Foi informado por Mariza Ferreira de que os Senhores já foram auxiliados por nossa Organização por causa de ameaças semelhantes acontecidas no passado.
    Gostaria de saber se desejam que eu peça a nosso secretariado internacional em Londres que investigue o assunto.
    Atenciosamente
    Carlos A. Lungarzo – Anistia Internacional 2152711


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: