Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 07/01/2010

Reinaldo Azevedo toma um litro de chá de cogumelo, vira esquerdista e debocha da direitona

Com a curiosidade aguçada pelo Túlio Vianna no Twitter (clique aqui), fui ver o que o Reinaldo Azevedo tinha escrito para merecer uma menção do Túlio (a quem dedico esse texto).

Para quem não conhece, Reinaldo Azevedo é um jornalista que não entende sequer de matemática (clique aqui), mas escreve sobre política para a revista Veja – aquela que tratava José Roberto Arruda como exemplo de gestor moderno e eficiente, além de tê-lo saudado por ter dado a “volta por cima”.

O blogueiro resolveu escrever sobre o 3º Programa Nacional de Direitos Humanos – publicado no Diário Oficial através do decreto 7.037, de 22/12/2009.

A rigor, o PNDH é nada mais do que uma carta de intenções. Trata-se de um documento que reúne, na forma de diretrizes, objetivos e ações, propostas e idéias que foram debatidas ao longo de meses, entre 2008 e 2009, sobretudo durante a XI Conferência Nacional de Direitos Humanos, realizada em Brasília(DF), de 15 a 18 de dezembro.

Da conferência, aliás, participaram mais de duas mil pessoas de todas as unidades da federação e de todos os níveis do governo, além de representantes do Legislativo e do Ministério Público.

Pois o que o Reinaldo Azevedo escreveu hoje – pegando o mote do Tulio Vianna – é a prova maior de que ele virou esquerdista e usa seus textos para ridicularizar a direitona tupiniquim – tal qual o blog do Professor Hariovaldo Prado, que ontem (6) acusou Evo Morales de ser o responsável pelas inundações em São Paulo.

Vale a pena ler alguns trechos dos textos que provam que o Reinaldo Azevedo virou um esquerdista fanfarrão (provavelmente depois de tomar um litro de chá de cogumelos):

Texto publicado às 6h15 de 7/1

Luiz Inácio Lula da Silva – sim, “O Cara” – resolveu fazer a sua própria Constituição. Ele assinou um decreto que tem o fedor de um golpe de estado branco. E não falta ao texto nem mesmo o AI-5 do lulo-petismo.

(…)

O Regime Militar instituído em 1964 foi mais explícito e mais modesto. Por intermédio do Ato Institucional nº 4, concedeu ao Congresso – já expurgado dos “indesejáveis” – poderes constituintes e “cobrou” uma nova Constituição, que entrou em vigor em março de 1967. Seu objetivo era institucionalizar os marcos da “revolução”.

(…)

Refiro-me àquela estrovenga chamada Programa Nacional dos Direitos Humanos (o nome é pura “novilíngua” orwelliana), consubstanciado no decreto nº 7.037, de 21 de dezembro de 2009. É aquela peça tramada por Dilma Rousseff, Franklin Martins, Paulo Vannuchi e Tarso Genro, sob as bênçãos de Lula, que tenta revogar a Lei da Anistia e que gerou uma crise militar.

Vazado numa linguagem militante, que manda o saber jurídico às favas em benefício do mais escancarado, chulo e asqueroso proselitismo, o texto busca cantar as glórias do “novo regime” – o lulo-petismo -, tenta institucionalizar a patrulha ideológica no país como matéria de formação da cidadania, extingue o direito de propriedade e, POR QUE NÃO?, NO MELHOR MODELO CHAVISTA, CRIA UM OUTRO PODER ACIMA DA JUSTIÇA. Os direitos humanos, assim, são apenas a aparência civilizada de um claro, óbvio e insofismável esbulho constitucional.

É PRECISO QUE SE DIGA COM CLAREZA: O DECRETO 7.037 É UM CONVITE À INSTITUCIONALIZAÇÃO DE UMA ESPÉCIE DE “ESTADO NOVO LULISTA” – OU DE DITADURA DOS COMPANHEIROS. E NÃO É ASSIM PORQUE EU QUERO. É ASSIM PORQUE ASSIM ESTÁ NO TEXTO.

O decreto tem todas as características da ação solerte, traiçoeira. Foi redigido para enganar, para burlar as regras do estado democrático. Está cheio de cartas na manga, de malandragens, de vigarices intelectuais.

[destaques do próprio autor]

(…)

Ocorre que tudo deve ser feito de acordo com o que está no “anexo”. E é lá que mora o perigo. Em extensíssimos 185.142 caracteres, a mistificação dá as mãos à ilegalidade para deixar registrado em papel o “golpe lulista”.

(…)

Nunca antes na história destepaiz um “decreto” veio vazado nessa linguagem, com a clara satanização de um setor da economia – o agronegócio (justamente aquele que responde pela saúde econômica do Brasil) – e com essa sociologia de botequim, que repete a tara lulista dos marcos inaugurais.

(…)

Pervertendo as crianças
Nada escapa ao decreto. As crianças também correm riscos. Leiam outros trechos:

(…)

Parece-me que a proposta de patrulha ideológica, inclusive nas escolas militares, está feita. Reparem que o decreto estabelece até parte do conteúdo dos livros didáticos. Ainda não é o extremo da selvageria antidemocrática. No trecho seguinte, vemos os “sovietes” tomando o lugar dos tribunais:

(…)

Muito dirão que quase tudo o que há naquela estrovenga depende de projeto de lei e que será o Congresso a dar a palavra final. E daí? O texto não se torna constitucional por isso. Ademais, dados os métodos de cooptação dessa gente, isso não significa uma garantia, mas um risco adicional.

E cumpre reiterar: o tal “decreto dos direitos humanos” (podem gargalhar), peça do mais rombudo revanchismo, passou pela Casa Civil. Dilma já está dizendo a que veio e o que pode vir.

Texto publicado às 19h11 de 7/1:

[título] Decreto golpista de Lula usa direitos humanos para tentar censurar a imprensa e quer movimentos sociais substituindo o Congresso

Vocês pensam que já expus aqui todo o show de horrores do tal decreto que supostamente trata do Programa Nacional de Direitos Humanos? Pois falta ainda explicitar muita coisa. O texto também avança sobre os meios de comunicação. O PT abre, assim, mais uma frente de perseguição à imprensa. Todas aquelas propostas da tal Confecom (Conferência de Comunicação), que resultariam em censura se fossem aplicadas, estão consolidadas também no tal decreto.

Sob a desculpa de defender os direitos humanos — e o totalitarismo sempre tem justificativas humanitárias para se exercer —, institui-se uma verdadeira polícia política para vigiar e punir a “mídia”.

(…)

É o PT se revelando. A partir de agora, ninguém mais poderá alegar inocência. As ditaduras jamais se instauram alegando maus propósitos, é evidente. Até as mais odientas, que servem de modelo de horror, como o nazismo e o stalinismo, vislumbravam um homem ideal, livre. Todas elas sempre falam em nome da PRESERVAÇÃO DE UM BEM e da RESTAURAÇÃO DA VERDADE. E, por óbvio, elegem seus inimigos.

(…)

O decreto é de tal sorte desavergonhado que não se vexa em atacar governos anteriores em linguagem claramente ideológica. Leiam o que diz o texto sobre os “movimentos sociais”:
Nos anos que se seguiram, os movimentos passaram a se consolidar por meio de redes com abrangência regional ou nacional, firmando-se como sujeitos na formulação e monitoramento das políticas públicas. Nos anos 1990, desempenharam papel fundamental na resistência a todas as orientações do neoliberalismo de flexibilização dos direitos sociais, privatizações, dogmatismo do mercado e enfraquecimento do Estado. Nesse mesmo período, multiplicaram-se pelo País experiências de gestão estadual e municipal em que lideranças desses movimentos, em larga escala, passaram a desempenhar funções de gestores públicos.

Trata-se de uma abordagem inaceitável num texto legal, além de estupidamente mentirosa. Que “neoliberalismo”, cara pálida? Quais direitos sociais foram flexibilizados? Seria impossível apontar um só. Ao contrário: os direitos sociais foram ampliados desde a Constituição de 1988, inclusive e especialmente no governo FHC. A um governo cabe, nos limites da lei, privatizar ou estatizar empresas, por exemplo (ele que faça as suas escolhas), mas não cabe fazer proselitismo a favor ou contra a “privatização”. Não num decreto!!! Acontece que este é o trecho do texto que tenta transformar os movimentos sociais numa espécie de Congresso paralelo.

E é isso o que não está ainda devidamente claro sobre o tal decreto 7.037. Como Lula e os petistas sabem que não conseguirão fazer a sua tão sonhada “constituinte”, tentam impô-la na marra por meio de outros expedientes. Os petistas querem usar os ditos “movimentos sociais” como o seu Congresso alternativo.

(…)

Revelando o jogo
O governo Lula e o PT explicitaram o jogo. Juste-se o decreto às propostas da tal Confecom, e não há dúvida sobre as pretensões dessa gente: ditadura do partido único, ainda que obedecendo às chamadas “regras de mercado” — eles podem ser autoritários, muitos são totalitários, mas ninguém ali é burro.

*****

Não há dúvidas: Reinaldo Azevedo virou um esquerdista que usa a linguagem do absurdo para atacar a direitona que nele tanto confia e se inspira.

E olha que o Danilo Gentilli, do CQC, já tinha sacado isso há muito tempo (assista ao vídeo abaixo):

Afinal, quem lê Reinaldo Azevedo acaba gostando mais do Lula (ou, no mínimo, da esquerda em geral).

Já circulam boatos que antes do Serra anunciar que é candidato, “Tio Rei” revelará a intenção de se filiar ao PT.


Respostas

  1. Matéria riidicula Demopetista. o que vcs esquerdeopatas estão precisando é de uma boa vacina “verde oliva” contra o Virus Lulis(ou sera bactéria) para poder enxergar melhor o futuro deste pais e perceber que não tem nada de ideologia nas ações do Lula e Cia. Eles só querem enriquecer a custa de um bando de militantes idiotas como voce!! Acorda!! Se voce tiver coragem de publicar este comentário, é sinal de que esta “sarando” entendeu?

    • Engraçado que tem gente que aprovar um comentário divergente é uma questão de “coragem”… deve ser muito testosterona acumulado…

    • Rubens, ridícula é a sua opinião!

      Demo é o diminutivo de Democrata, partido do governador-panetone Arruda, aliado dos tucanos, que inclusive era cogitado para ser vice de José Serra!

      Aliás, esse partido causa mesmo um pouco de confusão para os que não entendem muito de política, já que mudou de nome diversas vezes – deve ter sido pelo temor de ser descoberto como apoiador de ditaduras. Já se chamou PFL e Arena. E se tornou poderoso por conta de seus políticos bônicos (escolhidos pelos ditadores).

      O que vocês fascistas precisam é respeitar o presidente do Brasil, que tem o apoio de 80% de brasileiros!

      Não sou petista, mas reconheço que ele foi a melhor coisa que aconteceu pro país em séculos de dominação de uma elite retrógrada e conservadora, que só apoia leis para se autobeneficiar.

      Quem hoje reclama das posições de Lula são aqueles que SEMPRE enriqueceram à custa do povo trabalhador. São uns parasitas que nunca fizeram nada de produtivo, a não ser acumular fortunas em cima da exploração do povo!

      Só lhe digo uma coisa, se vocês demotucanos depois de 8 anos não se acostumaram ainda com o fato de estarem longe do poder, vão precisar se acostumar… Porque não vão voltar ao poder tão cedo!

  2. Vindo de um petista não tem credibilidade.

    • mas não veio de um petista… veio do Reinaldo Azevedo… eu só tive o trabalho de selecionar, recortar e colar…

  3. Permitamme anunciar em primeira mão que na Bienal de SP estarei lançando o livro “Reinaldo Azevedo é minha mula”, um divertido estudo sobre o “pensamento” da direita-burra no Brasil, que tem aquele energúmeno como seu porta-voz.

    • E desde quando o pseudodemocrata Reinaldo Azevedo é petista?

      Este senhor pousa de paladino da moral e dos bons costumes, mas recentemente censurou um comentário no blog em que era acusado de sonegação de impostos. A informação vazou na rede: o autor do comentário afirmou que Reinaldo Azevedo é um grande sonegador de impostos e que não tem moral para falar do Lula, do FHC, do Renan, do Collor ou de qualquer um.

      Fundou a revista ‘Primeira Leitura’ em 2000, capitaneada pelo ex-ministro das Comunicações da gestão FHC, Luiz Carlos Mendonça de Barros.

      Em março de 2006, quando irrompeu o escândalo da Nossa Caixa, que consistia em um esquema de manipulação de verbas publicitárias do Banco Nossa Caixa em favor de deputados da base aliada do governador Geraldo Alckmin, veio à tona que a revista ‘Primeira Leitura’ era uma das beneficiadas. E apenas três meses depois, em junho de 2006, sua publicação foi encerrada. Coincidência?

      Para não falar bobagem, leia primeiro o texto antes de opinar!

  4. Cambada de Vagabundos

  5. Salve, Rogério! Fiquei impressionado com o número de leitores reaças que o seu blog possui! hehehe
    A tese é boa: existe uma conspiração marxista-leninista-trotskysta-maoísta-castro-lulista para desmoralizar a direita brasileira. O núcleo responsável é formado por Diogo Mainardi, Reinaldo Azevedo, Denis Lerrer Rosenfield, Olavo de Carvalho, Miriam Leitão e Demétrio Magnoli.
    O objetivo desse grupo nefasto é transformar o pensamento da direita em um escárnio tão grande que não restará ao cidadão de bem nada além da esquerda e do socialismo. Me impressiona como tucano algum percebeu isso ainda, com tempo pra corrigir o rumo. Dessa maneira, vai dar Dilma em 2010… rsrsrsrs
    Abração, meu camarada.

    • Grande Bernardo! A gente só pode se divertir mesmo com essa galera… rs
      Abração!

  6. Reinaldo Azevedo tem conseguido trazer para o seu lado um bando de direitistas que tem verdadeiros orgasmos ao ler suas matérias. Longe de qualquer partidarização, particularmente tenho horror aos “ismos”, principalmente qdo posso observar que por visibilizações tortas algumas pessoas são compradas por teorizações pessoais, o Tal Reinaldo decretou uma guerra absurda e individual ao governo Lula- a impressão que se tem é que o tal, um bom representante da pseudointelectualidade vendida desse país-, tem se fadigado em desmoralizar a imagem do presidente ( não que ela seja algo a ser vangloriada), mas o que tem me assustado ainda mais, vem do fato de que agora “esses mitologicos defensores da democracia” tem transformado a luta politica contra a ditadura instaurada pós-64 em um lixo formado somente por terroristas, comunistas e anarquistas. Reinaldo Azevedo tem se incumbido de forma absurda em mudar a história para evitar a eleição de Dilma, e isso é uma grotesca vergonha, Caro Rei, não suje aimagem de icones como Herzog, Zuzu Angel ou Rubens Paiva para fabricar uma ideia fascista, donde se presume que os petistas devam ser extinguidos do pais.

  7. Pois é Ieda, continue apoiando esses malucos, e quuando finalmente, eles atingirem o seu objetivo que é a implantação de uma ditadura, a Sra. não tera mais espaço para escrever suas bobagens pois, como de saber, Em Cuba, Coreia do Norte, Venezuela, e outros paises da mesma linha, não se permite a pluraridade de ideias. Chato não?

  8. Certa está a Tia Carmela, que conta histórias do tempo em que Reinaldinho Cabeção era o amiguinho preferido de Serra…
    Vejam em
    http://byebyeserra.wordpress.com/tag/reinaldinho-cabecao/

  9. TIO REI: AGORA EU TAMBÉM SEI O QUE TODO MUNDO JÁ SABIA!
    Aterrissei pela primeira vez no blog deste Senhor na última segunda-feira (11/01/2010) por acaso, pois um amigo me mandou um artigo e eu fui conferir. Até então, nunca tinha lido nenhuma das 3 trilhões e meia de críticas referentes a esse Senhor na internet. Só sabia da existência dele por causa da Revista Veja.
    Sou afoita devoradora dos comentários das pessoas na internet há muito tempo e considero os melhores aqueles em que há maior diversidade, tanto contra e como a favor.
    Durante dois dias fiquei lendo os posts no blog deste Senhor em vários artigos.
    Quando mais eu lia os posts, mais forte aparecia na minha mente à frase de Nelson Rodrigues: “Toda unanimidade é burra”. Li um artigo com mais de 300 comentários, todos concordando com o que esse Senhor escreveu. Pensei : EPP ! Aqui tem alguma coisa errada? Isto só pode ser um fenômeno único na internet. Continuei lendo. E a fenômeno se repetindo. Nesta altura, a frase do Nelson Rodrigues foi substituída por uma frase agora de minha autoria: “Estes comentários estão sendo manipulados pelo moderado”. Cheguei à conclusão disto no final do segundo dia. Demorei este tanto porque acredito na bondade humana, até que fatos e atos me provem o contrário.
    Como toda teoria precisa ser provada, fiz um experimento para comprovar se este Senhor realmente manipula os comentários. Experimento feito, teoria comprovada. Aproveitei de um lapso deste Senhor (deve ser o calor de janeiro afetando a mente dele) e usei isto como isca. Resultado: O “Pato Rei” foi fisgado e o séquito dele também (ou será ele mesmo?). Depois disto o séquito desse senhor também receberam de mim uma denominação: “manada bovina”. Não vou explicar o porquê, pois todo mundo já sabe.
    Não pertenço a nenhuma agremiação política. Acompanho a política brasileira porque tenho um título de eleitor, que me dá direito a um voto, que é igual para todos os brasileiros.
    Conclusão após minha passagem pelo blog do Tio Rei:
    1. Todo otário acha que os outros também são.
    2. Assim como eu, a maioria das pessoas não gosta de ser enganada com artigos tendenciosos e de ter seus comentários manipulados (lógico, só daqueles que ousam contrariar tal figura, como eu fiz).
    3. E por último esse Senhor não seria nada sem o seu séquito (manada bovina).
    PS: Salvei no meu computador o artigo com a isca e imprimi o meu experimento.
    TOUCHÉ.

  10. Eu estou com pena do Tio Rei.
    Depois que o Serra perdeu, ele começou a destilar um odio que ele antes não tinha.
    Eu acho que o Serra esta fazendo ele de gato e sapato e liga para o Reinaldo as 2 horas da manhã para ditar o que o reinaldo deve dizer no dia seguinte

  11. ” aquela que tratava José Roberto Arruda como exemplo de gestor moderno e eficiente, além de tê-lo saudado por ter dado a “volta por cima””

    ufa,achei que so eu tinha notado esses disparate


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: