Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 23/09/2009

Como foi o ato na Embaixada de Honduras

Segue notícia da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara. Amanhã posto o vídeo do ato.

http://www2.camara.gov.br/comissoes/cdhm/parlamentares-manifestam-repudio-ao-governo

Parlamentares manifestam repúdio ao governo golpista em frente à Embaixada de Honduras em Brasília

23/09/2009

Brasília(DF) – Um grupo de treze parlamentares federais de cinco partidos diferentes esteve na manhã desta quarta (23) na Embaixada de Honduras em Brasília(DF), com o objetivo de entregar um manifesto de repúdio às ações do governo golpista comandado por Roberto Micheletti contra a representação brasileira no país.

Foto: Jorge Francisco de Oliveira Guimarães/PSol

Foto: Jorge Francisco de Oliveira Guimarães/PSol

A secretária da Embaixada recebeu do grupo o manifesto e informou que o embaixador encontra-se fora do Brasil, sem previsão de retorno.

O manifesto também foi endossado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e Via Campesina, que tiveram representantes no ato.

Após ser protocolado, o documento foi lido em coro pelos parlamentares e militantes presentes.

No texto os parlamentares manifestam solidariedade ao povo hondurenho e exigem o retorno imediato do presidente deposto, Manuel Zelaya, à presidência. A decisão do governo brasileiro de acolher Zelaya também foi apoiada no documento, assim como foram criticadas as ações do governo golpista de corte dos serviços que garantem o funcionamento da embaixada brasileira.

“A América Latina não precisa de ridículos tiranos! Honduras tem um presidente constitucional, eleito pelo povo, e o Brasil agiu certo ao acolhê-lo em sua Embaixada. Manuel Zelaya é o Presidente de Honduras! Cortem os telefones da Embaixada do Brasil e continuaremos nos comunicando por mil redes da cidadania combativa; cortem a luz de nossa Embaixada, que resistiremos iluminados pelo espírito democrático contra as trevas que os tiranos querem nos impor; cortem o fornecimento de água e a solidariedade dos povos do mundo impulsionará uma vaga poderosa, uma onda ‘tsunâmica’ que afogará todos os opressores e golpistas”, diz o manifesto, disponível no site da CDHM (www.camara.gov.br/cdh).

Participaram do ato os seguintes parlamentares: Senador José Nery (PSol-PA), deputados federais Chico Alencar (PSol-RJ), Domingos Dutra (PT-MA), Fernando Ferro (PT-PE), Ivan Valente (PSol-SP), Luiz Couto (PT-PB), Maurício Rands (PT-PE), Nazareno Fonteles (PT-PI), Nilson Mourão (PT-AC) e Pompeo de Mattos (PDT-RS) e as deputadas federais Jô Moraes (PCdoB-MG), Lídice da Mata (PSB-BA) e Manuela D’Ávila (PCdoB-RS).

*****


Responses

  1. Esses deputados não tem o que fazer não???


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: