Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 09/09/2009

Minc defende descriminalização do usuário de drogas durante show da Tribo de Jah

Em mensagem à “massa regueira” (como falamos no Maranhão) presente ao show da banda maranhense Tribo de Jah, Carlos Minc, ministro do Meio Ambiente, defendeu a amazônia, o cerrado, a caatinga, a mata atlântica e a natureza em geral. [vídeo abaixo – 3’37”]

Além disso, fez referência elogiosa à decisão da Suprema Corte da Argentina de descriminalizar usuários de drogas que portem pequenas quantidades de substâncias ilícitas.

“Ontem a gente meteu 3×1 na Argentina. Só que tem um outro placar que a gente está perdendo da Argentina. Os juízes da Argentina descriminalizaram… o usuário não é criminoso. Esse jogo a gente está perdendo aqui, mas vamos virar esse jogo. Acabar com a hipocrisia”, disse Minc, enquanto era aplaudido por milhares de pessoas.

O ministro, que uniu Bob Marley e Chico Mendes no discurso, também enalteceu os músicos da Tribo de Jah. “Eu queria, pra terminar, fazer uma homenagem aos nossos músicos, que são cegos, mas ajudam a gente a ver muita coisa boa… muita consciência, muita criatividade”.

O grupo, além de vários integrantes deficientes visuais, é conhecido por suas canções críticas e politicamente engajadas. Marca, aliás, comum à maioria dos melhores artistas do reggae brasileiro e mundial.

O show ocorreu na noite de domingo (6/9), no Santuário Raizama, na Vila de São Jorge, município de Alto Paraíso de Goiás(GO), principal cidade da Chapada dos Veadeiros.

Assista ao vídeo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: