Publicado por: Rogério Tomaz Jr. | 09/08/2009

Lembra do apagão elétrico em 2001? Sabe o tamanho do prejuízo?

Depois de pegarem vários empréstimos do FMI (Fundo Monetário Internacional), inclusive o maior que o Fundo concedeu sozinho, em toda sua história; de entregarem mais da metade do patrimônio público do povo brasileiro construído ao longo de décadas na forma de empresas estatais e de tentarem, sem sucesso, entregar também a Petrobrás (que em 2002 lucrou R$ 2 bilhões de reais e em 2008 lucrou R$ 31 bilhões) e os Correios, entre outras empresas, os tucanos presentearam o Brasil com um apagão elétrico.

FHC e o apagão

FHC e o apagão

Fruto da combinação da falta de planejamento para o setor (garantindo o atendimento à demanda mesmo em épocas de crises climáticas) e de investimentos (inclusive na diversificação e ampliação do potencial das fontes alternativas à matriz hidroelétrica, ainda hoje sobejamente preponderante), ou seja, incompetência administrativa e política pura, o apagão de F(MI)HC jogou o Brasil no escuro e no racionamento forçado entre meados de 2001 e 2002.

E olha que eles também poderiam ter aprendido com o exemplo da Califórnia*, que passara – devido a razões totalmente diferentes, registre-se – por situação parecida poucos meses antes.

Enfim, você sabe quanto significou, em termos de prejuízos econômicos diretos, considerando apenas o aumento das tarifas de energia, aquele triste episódio da história brasileira recente?

Pois bem, há poucas semanas o Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou relatório que traz o valor daquela conta: R$ 45,2 bilhões custou o pato servidos pelos tucanos e pago por eu, você e todos os contribuintes.

Curioso, as matérias do Correio Braziliense e do Valor Econômico (veículo fruto de parceria entre Folha de SP e O Globo, vale lembrar) sobre o relatório do TCU não fazem qualquer mínima menção a quem governava o Brasil naquele período. Nem um sutil “durante a gestão Fernando Henrique Cardoso”… tentativa de apagar as digitais do responsável pelo desastre do apagão?

Mais curioso ainda: você não deve lembrar, mas o ministro do apagão – titular da pasta de Minas e Energia – era nada mais, nada menos do que o pefelista pernambucano José Jorge, ex-deputado e senador de 1999 até 2006, quando figurou como vice na chapa derrotada de Geraldo Alckmin à presidência.

O competente ministro e o competente candidato

O competente ministro e o competente candidato. Foto: Valter Campanato (ABr)

E hoje, sabe onde o José Jorge empresta à Nação os seus valorosos serviços e a sua inestimável competência? Justamente no TCU, para o qual foi indicado pelo Senado em dezembro de 2008.

Cito trecho da matéria do Juliano Basile (meu ex-colega de mestrado na UnB), que ajuda a dar uma noção do tamanho do prejuízo:

“O tribunal verificou ainda que os R$ 45,2 bilhões permitiriam a construção de seis usinas como a hidrelétrica de Jirau, que será erguida no rio Madeira.”

Para quem não sabe, Jirau é uma imensa usina hidrelétrica que está sendo construída no rio Madeira, em Rondônia. Seu projeto, que terá gravíssimos impactos ambientais ainda não totalmente mensuráveis, recebeu o maior financiamento da história do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), R$ 7,2 bilhões, aprovado em fevereiro deste ano.

Lembre-se desse episódio sempre que ouvir algum tucano dizendo que seus governos são competentes.

*Para saber mais sobre a crise elétrica na Califórnia, sugiro o excelente livro “A melhor democracia que o dinheiro pode comprar”, de Greg Palast, bem como o também excelente documentário “Enron – os mais espertos da sala”, este disponível em locadoras de bom acervo (em Brasília, a Cult Video possui no catálogo). O apagão californiano custou US$ 6,3 bilhões aos contribuintes do estado e fez o então governador democrata perder o cargo, no referendo (“recall”) que acabou levando o republicano Arnold Schwarzenegger a assumir o posto.

Anúncios

Responses

  1. esses texto falam tudo sobre o apagao 2001

  2. o texto tras uma charge do apagao

  3. Excelente rememoração do caso e preatação de serviço informativo.

    Abraço.

  4. Excelente rememoração do caso e prestação de serviço informativo.

    Abraço.

  5. Olá, tudo bem!!!

    Estou a precisando das datas que ocorreram os apagões no gov FHC. e quantos e quais os estados afetados além da estimativa do prejuizo causado.
    Por favor mande para o meu email.
    De já agradeço

    Anderson Brasil

    OBS: Essas informações seram utilizadas na minha dissertação.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: